IMPEACHMENT NECESSÁRIO

Impeachment necessário

Álvaro Pedreira de Cerqueira*

Os petralhas engravatados, ou com diploma superior, são verdadeiros seres jurássicos, como os dinossauros, que desapareceram na última era do gelo, ou Pleistoceno. Portanto, são hiperanacrônicos. Que os analfabetos pobres votem no PT pela compra do voto com bolsa-esmola, é compreensível.

Mas os pseudo-letrados apoiarem o PT é vergonhoso. Primeiro por seguirem Lula, um indivíduo primitivo, bárbaro, semianalfabeto, que confessa nunca ter lido um livro. Com o eterno discurso de porta de fábrica, que adapta, com pequenas variações, para a rua, a TV ou os salões, não raro repleto de palavrões.

Pela lavagem cerebral que esses esquerdopatas sofreram na juventude, ficaram cegos pela ideologia eivada de mitos e superstições marxisto-gramscianas, e vêem a realidade como que refratada por um par de lentes anamórficas que lhes distorce a imagem da visão da realidade política, e produz o que chamo de ‘Síndrome da Cegueira (ou Burrice) Adquirida.’

Para eles, tanto faz que o desgoverno Dilma, em quatro anos, tenha deteriorado os índices da nossa economia, que veio definhando até chegar ao PIB zero de crescimento este ano (previsto), inflação acima do teto da meta de 7%e taxa de juros na estratosfera.

Tanto faz que a representante de Lula, o “poste sem luz”, ex-terrorista e ladra de bancos, sem a mínima experiência para gerir um botequim, com falso diploma de “doutora” em economia  pela Unicamp (que o desmentiu), fosse instruída pelo Foro de São Paulo para fazer uma reforma política, depois de baixar um decreto inconstitucional que confere poderes às comissões populares (sovietes, em russo)  que sobrepujam os poderes Legislativo e Judiciário, com quebra da Constituição vigente, com posterior consulta popular para tentar no Brasil a mesma aventura totalitária da Venezuela, o ridículo e funesto ‘Socialismo Bolivariano do Século XXI’, do finado Napoleão de Hospício Hugo Chávez, sucedido pelo desastrado (é a Dilma da Venezuela) ex-motorista de caminhão Nicolás Maduro, que destroçou a economia daquele país – hoje com a maior reserva petrolífera do planeta –, a ponto de levar ao mais grave desabastecimento, onde faltam papel higiênico, pasta de dentes e outros itens básicos, com tabelamento de preços e rígido controle de cotas de consumo por família.

A inflação lá atingiu em setembro/14, 63,14% (2007= 100) segundo a Tradingeconomics.com. E os dinossauros petralhas não estão nem aí para que o Brasil siga na mesma trilha, cujo final, já com Lula de volta ao Planalto daqui a mais quatro anos, será o regime da ilha-presídio de Cuba, tão elogiado por Lula, José Dirceu e Dilma, onde não existe propriedade privada, o povo recebe uma magra ração alimentar controlada pela “tablita” e tem que se virar para conseguir uns dólares para complementar a alimentação da família, prestando pequenos serviços (inclusive de sexo) aos turistas estrangeiros.

O economista Paulo Guedes, colunista da revista Época, contou para o auditório do Forum da Liberdade, no Palácio das Artes em Belo Horizonte, que presenciei, em 2013, que visitou Cuba naquele ano e lá um guia turístico ofereceu-lhe companhia feminina,  de jovens estudantes universitárias. Tarifa do programa: US$5.

Os nossos dinossauros cegos (ou emburrecidos pela religião da ideologia), ou desconhecem esses detalhes sobre Cuba, ou dizem não acreditar neles. Na avaliação da KGB russa, Cuba é o mais perfeito Estado policial do mundo, com um polícia secreta para cada 28 habitantes. Derrubar isso não é fácil.  

Por isso é que eu digo que anti-liberais são neoescravagistas. Sem propriedade privada, os cubanos são escravos. Aliás, a definição de escravo na Grécia clássica era: “aquele que não tem direito à propriedade privada.” Nem suas vestes lhes pertenciam.

Nossos dinossauros petralhas têm preconceito contra as nações liberal-democráticas, em que os povos são ricos e livres. Para mim, tal atitude deles é simplesmente oligofrênica.

Não menos acachapante é o cinismo e sem-vergonhice deles ante os escândalos do mensalão e agora do petrolão. Só neste, sob o comando de Lula e ciência de Dilma, foram roubados da Petrossauro (no dizer do saudoso Roberto Campos) nada menos de dez bilhões de reais em doze anos, para compra da base alugada no Congresso, continuação muito ampliada do mensalão.

Como os petralhas apoiam, são igualmente ladrões, por conivência. Para finalizar, os “empréstimos” (na verdade doações) ilegais a Cuba, Venezuela, Bolívia, Equador, Nicarágua e mais doze ditaduras africanas corruptas, para obras de infra-estrutura construídas por empreiteiras brasileiras, muitas negociadas pessoalmente por Lula em voos nos jatinhos daquelas empresas, que Dilma tenta justificar de forma vergonhosa “porque empregam mão de obra e materiais brasileiros”.

Então pergunto (o que Aécio não fez): porque Dilma nesse caso não restaurou, com esse nossos dinheiro, mão de obra e materiais brasileiros e ampliou a infra-estrutura do Brasil, que está sucateada, prejudicando a competitividade de nossa indústria pelo encarecimento do transporte, a ponto de ter encolhido sua produção e desempregado mão de obra?

Mas a verdade é outra, inconfessável por Dilma. As obras em outros países não sofrem fiscalização do TCU – Tribunal de Contas da União e podem ser superfaturadas à vontade para gerar grossas propinas para Lula e o PT.

Nossos jurássicos petralho-esquerdopatas não sentem nenhuma vergonha por esses crimes, que aliás endossam e com eles sujam as mãos. Silvio Land Rover Pinheiro e outros petralho-esquerdopatas desta rede de debates dizem que FHC é um “vendilhão da pátria” por ter privatizado alguns mastodontes estatais, que destravaram nossa economia.

“Vendilhões da pátria” são Lula e Dilma, por doarem bilhões de dólares de nosso pobre povo (80% dele) a outros povos. Mas tais doações são motivo perfeito e acabado para que o Procurador Geral da República e/ou o Ministério Público Federal requeiram impeachment de Dilma e cassação do registro do PT.

Isso porque a Constituição de 1988, vigente, obriga que qualquer empréstimo de dinheiro brasileiro a países estrangeiros seja antes submetido ao Congresso Nacional para apreciação bicameral, isto é, requer o exame, em separado, do Senado e da Câmara e só podem ser efetuados tais empréstimos mediante aprovação expressa das duas Casas do Congresso.

E o Congresso não foi sequer consultado para tais operações fraudulentas, porque Lula é o dono do Brasil, com plena e irregular anuência dos nossos jurássicos petralho-esquerdeopatas. Portanto, não é necessário esperar a conclusão da escandalosa ‘Operação Lavajato’ para requerer o impeachmentde Dilma. Então, mãos à obra. Divulguem amplamente por favor. Muito obrigado. Avante Liberdade!

Obs.: O diabólico e comunista lulopetismo de tal modo desordenou, desorganizou e corrompeu o Estado brasileiro que produziu uma rutura das instituições. Justifica-se, pois, após o impeachment, a convocação, pelo novo Presidente da República, de uma nova Assembléia Constituinte Exclusiva e composta por notáveis personalidades, sem nenhum membro do Congresso Nacional, da legislação atual nem das passadas, salvo se escolhidos a dedo, por sua probidade e saber adequado. Que a nova Carta Magna seja enxuta e não com mais de 200 artigos, como a atual, nem contendo privilégios à guisa de “direitos” como esta. Que assegure a liberdade individual, a propriedade privada (sem a espúria “função social”) e garanta o Estado Democrático de Direito e a livre economia de mercado como cláusulas pétreas. E que limite a carga tributária a não mais de 20% do PIB, com taxação moderada e legislação simplificada.

*Álvaro Pedreira de Cerqueira é administrador pela FGV-SP (1962) e engajado militante liberal-democrático.

Postagens mais visitadas deste blog

CRISE FINANCEIRA NO BRASIL : UM MILHÃO DE FAMÍLIAS ENTRARÃO PARA AS CLASSES "D" E "E" ATÉ 20025

PARALIMPÍADA CEREBRA UNIÃO E CONSAGRA CAPACIDADE DO BRASIL

SAIBA QUAIS AS 10 FORÇAS ARMADAS MAIS PODEROSAS DO MUNDO - BRASIL ESTÁ EM DÉCIMO QUINTO LUGAR