Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2015

O STF SE IMPÕE,MAIS UMA VEZ,EM MEIO AO CAOS TOTAL EM BRASÍLIA

Imagem
Ministro do STF em sessão de agosto de 2015. / Nelson Jr. (SCO/STF) O STF se impõe, mais uma vez, em meio ao caos total em Brasília Supremo repete arbitragem exercida durante o processo de impeachment de CollorUma Câmara dos Deputados sem freios conduzida por Eduardo Cunha estava prestes a se chocar com um Palácio do Planalto desgovernado quando o Supremo Tribunal Federal (STF) apareceu para colocar o rito do impeachment nos trilhos. As liminares dos ministros Rosa Weber e Teori Zavascki que frearam a condução dos pedidos de impedimento da presidenta Dilma Rousseff há três semanas desmontaram a estratégia do impeachment idealizada por Cunha e os opositores do Goveno. Nos bastidores, sabia-se que o peemedebista diria não ao pedido de impedimento pra que a oposição entrasse com recurso contra a sua decisão e, assim, demandasse um número menor de parlamentares para aprovar a abertura do processo de afastamento da presidenta.
O presidente da Câmara acabou desistindo do pedido de rito na sem…

UM GOVERNO PARALISADO PELO CONGRESSO NACIONAL

Imagem
A presidente Dilma em cerimônia no Itamaraty no dia 4. / EVARISTO SA (AFP)Um Governo paralisado pelo Congresso Nacional Estratégia de trocar votos por cargos com não tem funcionado e se soma ao 'fator Cunha' Gestão Rousseff pode viver um 'shutdown' tupiniquim se medidas não forem aprovadasUm Governo praticamente paralisado e refém de um Congresso Nacional que pouco ou nada lhe ajuda. Muito por causa dos embates políticos que tomaram parte de 2015, este ano se encaminha para terminar de maneira deprimente para a gestão Dilma Rousseff (PT), mesmo que o impeachment ainda não esteja oficialmente na ordem do dia. Pelas perspectivas desenhadas até agora, em 2016 haverá uma espécie de shutdown tupiniquim. Não será como nos Estados Unidos de 2013, quando sem um Orçamento aprovado, o Governo Barack Obama ficou alguns dias sem poder tocar no caixa da Governo. Mas, guardadas as devidas proporções, o Brasil deverá, no mínimo, se deparar com uma redução drástica de investimentos go…

O QUE IMPEDE O BRASIL DE SE MODERNIZAR DE VEZ ?

Imagem
O que impede o Brasil de se modernizar de vez? Não é fácil a explicação para esta paralisia brasileira que impede que sua sociedade tome o caminho rumo à modernidadeCom certeza o Brasil está retrocedendo em conquistas sociais e na defesa de alguns direitos humanos, o que indica que lhe pesa entrar no fluxo da modernidade das democracias mais avançadas. E isso apesar de o país estar em seu quarto governo progressista, presidido por um partido de esquerda, o PT, fundado pelo sindicalista Luís Inácio da Silva.
É grave para o Brasil que países irmãos deste continente o estejam ultrapassando no avanço para a modernidade, em questões de costumes e da defesa das liberdades civis.
Não é fácil a explicação para esta paralisia brasileira que impede que sua sociedade tome o caminho rumo à modernidade. Não é que faltem ao país movimentos, até de vanguarda, fortemente críticos aos poderes políticos retrógrados.
Há quem acuse os brasileiros, como sociedade, de ser mais conservadores que o Congresso, p…

POLICIA FEDERAL ESTIMA QUE PREJUÍZO DA PETROBRÁS COM CORRUPÇÃO PODE SER DE R$ 42 BILHÕES DE REAIS

Imagem
PF estima que prejuízo da Petrobras com corrupção pode ser de R$ 42 bi Estatal aponta oficialmente, até o momento, rombo de R$ 6 bi em propina.
Lava Jato desvendou esquema de desvio de dinheiro na petrolífera.Bibiana DionísioDo G1 PR 12/11/2015 10h29
O prejuízo causado pelas irregularidades na Petrobras descobertas pela Operação Lava Jato pode chegar à casa dos R$ 42,8 bilhões, de acordo com o laudo de perícia criminal anexado pela Polícia Federal (PF) em um dos processos da operação.
A Lava Jato investiga um esquema criminoso de corrupção, desvio e lavagem de dinheiro envolvendo funcionários de alto escalão da petrolífera, diretores das maiores empreiteiras do país e operadores.
Ainda conforme a investigação, as empreiteiras se organizavam em cartel para vencer licitações e se beneficiar de aditivos aos contratos. Essas empresas pagavam propina a diretores e gerentes da Petrobras, operadores e a partidos políticos como PP, PT e PMDB por doação eleitoral. As legendas negam que tenham rec…

A TERRA DO PAU BRASIL,EXPLORAÇÃO E DEVASTAÇÃO!

Imagem
Desde o início foi crise após crise...Afinal, o Brasil tem esse nome devido a um projeto de exploração e devastação...da árvore que deixou pelo menos o nome entre nós.
-Sergio Luis Boeira

“É preciso evitar que as decisões e os recursos que pertencem a todos os brasileiros continuem sendo manejados no balcão de negócios e de interesses particulares em que se transformou parte do sistema político brasileiro. Além do apoio às investigações, é preciso estabelecer medidas estruturantes que previnam a corrupção. Acabar com a quase certeza de impunidade já é um grande passo. Para isso, é fundamental abraçar as propostas do Ministério Público, consolidadas com a experiência da Operação Lava-Jato. Não se pode esperar solução para a crise vinda da parte degradada da política, cuja forma de agir e apego ao poder estão no alicerce da corrupção endêmica que é imperativo combater.” Leiam o artigo de Marina Silva para o Valor Econômico – “Dois trilhos para sair da crise” Marina Silva – http://bit.ly/1J…

ABERTURA DE IMPEACHMENT AUMENTA CHANCE DE DILMA FICAR,DIZ 'ECONOMIST',MAS CENÁRIO PODE MUDAR SE SURGIREM PROVAS CONTRA A PRESIDENTE NA INVESTIGAÇÃO DA PETROBRÁS

Imagem
Image copyrightAg BrasilImage captionPresidente Dilma e o ministro da Casa Civil, Jaques Wagner, em reunião de coordenação política um dia após o acolhimento do pedido de impeachmentAbertura de impeachment aumenta chance de Dilma ficar, diz 'Economist'4 dezembro 2015 O início do processo de impeachment de Dilma Rousseff na Câmara dos Deputados pode, ironicamente, aumentar as chances de sobrevivência política da presidente até 2018, avalia a revista britânica The Economist. Com dois textos dedicados ao novo capítulo da crise política brasileira, a edição da revista que chega às bancas nesta sexta-feira criticou o acolhimento do pedido de impeachment pelo presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). "A ação de Cunha é falha e ameaça apenas afundar o Brasil ainda mais na lama", afirmou a publicação, em referência a reportagem de fevereiro em que citava o "lamaçal" econômico e político no país. Embora faça críticas a Dilma - citada como "a presidente mais im…

ÍNDIOS FECHAM FERROVIA DA VALE DO RIO DOCE EM MINAS GERAIS-BRASIL,EM PROTESTO CONTRA 'MORTE DE RIO SAGRADO'

Imagem
Fora do tocador de mídia. Pressione enter para voltar ou tab para continuar. Índios fecham ferrovia da Vale em MG em protesto contra 'morte de rio sagrado'Luis Kawaguti e Ricardo SenraEnviados especiais da BBC Brasil a Conselheiro Pena (MG)
15 novembro 2015 Com o corpo pintado para a guerra, tinta preta no rosto e olhos vermelhos de noites mal dormidas, Geovani Krenak, líder da tribo indígena Krenak, mira a imensidão de água turva e marrom. "Com a gente não tem isso de nós, o rio, as árvores, os bichos. Somos um só, a gente e a natureza, um só", diz. Ele respira fundo: "Morre rio, morremos todos". Parte dos 800 km de extensão do rio Doce, contaminado pela lama espessa que escoa há 10 dias de duas barragens de rejeitos da mineradora Samarco, em MG, atravessa a reserva da tribo. Tida como sagrada há gerações, toda a água utilizada por 350 índios para consumo, banho e limpeza vinha dali. Não mais. Sem água há mais de uma semana, sujos e com sede, eles decidiram inte…

LAMA DA BARRAGEM DE MARIANA-MINAS GERAIS-BRASIL,MESMO SEM SER TÓXICA,DEVE PREJUDICAR O ECOSSISTEMA POR ANOS

Imagem
Image copyrightReutersImage captionCalcula-se que quase 23 mil piscinas olímpicas de lama foram despejadas com rompimento de barragemMesmo sem ser tóxica, lama de barragem em Mariana deve prejudicar ecossistema por anosMariana Della BarbaDa BBC Brasil em São Paulo
7 novembro 2015 O equivalente a quase 25 mil piscinas olímpicas de lama foi despejado nas redondezas próximas à barragem que se rompeu na cidade de Mariana, em Minas Gerais. A mineradora Semarco (responsável pelo local) garantiu que não há nada tóxico nos 62 milhões de metros cúbicos de rejeitos de minério de ferro liberados durante o acidente. Mas especialistas ouvidos pela BBC Brasil afirmaram que, apesar de o material não apresentar riscos à saúde humana, ele trará danos ambientais que podem se estender por anos. “Comparado ao mercúrio, por exemplo, esse rejeito não é tóxico, já que é formado basicamente por sílica. Ninguém vai desenvolver câncer, nada disso. O risco não é para ao ser humano, mas para o meio ambiente", di…