Postagens

Mostrando postagens de 2018

UM BRASIL DO LADO DE LÁ DO ESPELHO

Imagem
UM BRASIL DO LADO DE LÁ DO ESPELHO

.
Marcelo Rates Quaranta

.
Pablo Vittar é cotado como "mulher" mais sexy, Thammy Grethen é cotada como "homem" mais sexy e agora só falta o Tiririca ganhar um assento na Academia Brasileira de Letras e a Jojo Todynho ganhar o concurso de Miss Brasil. Isso não é nada para um país que tem um presidiário analfabeto como Doutor Honoris Causa e um Presidente da Suprema Corte que nunca foi Juiz.
.
Vivemos no país do espelho, onde as imagens são invertidas pela grande mídia comprometida com a esquerda. Uma parcela do povo idolatra e pede a liberdade de um corrupto que não só roubou dinheiro, mas também os sonhos das pessoas, e ainda chamam de "criminoso" o Juiz que o condenou pelos crimes.
.
Mulheres escrevem cartas de amor para um ex-goleiro matador de mulher; gays idolatram Che Guevara que matava gays e ativistas negros endeusam um líder de quilombo que mantinha escravos negros, mas esquecem de todos os brancos abolicionistas que l…

SEIS LIDERES CAPAZES DE TRANSFORMAR O BRASIL

Imagem
Seis líderes capazes de transformar o Brasil que você precisa conhecer

Com a palavra, alguns dos mais importantes agentes transformadores do país

16/08/2018| TEXTO BETA GERMANO E GIOVANNA MARADEI | FOTOS CAMILA SVENSON*
O valor da cultura ancestral e a vontade de transformar o mundo, eis duas das mais marcantes características de Marcelo Rosenbaum, designer que foi editor convidado da Casa Vogue e à época dividiu conosco algumas de suas maiores inspirações - entre elas, os seis líderes que você conhece abaixo. Personalidades de diversos cantos do país que simbolizam à perfeição as conquistas de seus povos e povoados, sejam elas constitucionais, empresariais e até morais.

Com a palavra, alguns dos mais importantes agentes transformadores do país:


IDH DO BRASIL TEM PEQUENA MELHORA,MAS SEGUE ESTAGNADO NO 79° LUGAR EM RANKING GLOBAL SEGUNDO A ONU

Imagem
Calçadão no Centro de Aracaju — Foto: Patricia Carvalho / G1 Brasil tem pequena melhora no IDH, mas segue estagnado no 79°lugar em ranking global Quando desigualdades são consideradas, país perde 17 posições; índice também mostra disparidade de renda entre homens e mulheres.

O Brasil ficou estagnado no ranking do Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) divulgado pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud) nesta sexta-feira (14). É o terceiro ano seguido que o país mantém a 79ª posição no levantamento, que analisou 189 países. A situação é pior quando se fala, exclusivamente, de desigualdade: o Brasil cai 17 posições (veja detalhes mais abaixo). Medido anualmente pelo Pnud, o IDH vai de 0 a 1 - quanto maior, mais desenvolvido o país - e tem como base indicadores de saúde, educação e renda. Neste ano, o Brasil alcançou o IDH de 0,759, com uma pequena melhora em relação ao ano passado, de 0,001. Na classificação da ONU, o Brasil segue no grupo dos que têm “alto” desenvolvimen…